Tradutor

English French Spain

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Curso Nacional de Anilhamento e Monitoramento de Aves Limícolas

Nos período de 10 a 14 de dezembro foi realizado no Parque Nacional Lagoa do Peixe (PNLP) o Curso Nacional de Anilhamento e Monitoramento de Aves Limícolas promovido pelo CEMAVE/ICMBio. Os participantes tiveram aulas teóricas e práticas. Nas aulas teóricas foram abordados temas relativos à identificação de aves, noções de biologia e sistemática, deslocamentos e migrações e técnicas de captura e marcação de aves. Foram dadas instruções para o uso dos materiais e equipamentos utilizados na captura, anilhamento e biometria das aves. Foram transmitidas noções de análises de dados de captura em rede de neblina e métodos para levantamentos qualitativos e quantitativos de aves. Nas aulas práticas realizaram censos na orla marítima e lagunar da lagoa do Peixe, captura e anilhamento de aves por meio de redes de neblina. A equipe do PNLP apresentou uma nova técnica de captura onde é utilizada uma tarrafa e um farolete para captura de aves limícolas.

PARNA Lagoa do Peixe realiza pesquisa de camarão-rosa (Farfantepenaeus paulensis)

Uma equipe do Parque Nacional da Lagoa do Peixe juntamente com o apoio dos pescadores da UC, realizaram nos dias 12, 13, 17 e 18 de dezembro de 2012 captura de camarão-rosa Farfantepenaeus paulensis na lagoa do Peixe. A pesquisa teve por objetivo avaliar o comprimento médio dos camarões, para fins de liberação da pesca, uma nova pesquisa será realizada no inicio de 2013 e tem por objetivo acompanhar o desenvolvimento do camarão e eventuais moratórias na temporada de pesca.

Apreensão aves silvestres no Bal. Mostardense

No dia 17 de dezembro em atendimento á uma denúncia de posse irregular de aves silvestres nativas no entorno do Parque Nacional da Lagoa do Peixe, equipes do parque juntamente com o apoio do Sargento da Brigada Militar de Mostardas, apreenderam 14 aves silvestres em uma residência comercial no Balneário Mostardense. As aves foram encontradas dentro de um viveiro e uma delas estava em uma gaiola. O infrator informou que pegou as aves no meio ambiente e que apenas gostava de tê-las e que não era para comércio, o mesmo foi autuado e conduzido até a Policia Civil de Mostardas para os procedimentos cabiveis.

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Avifauna do PNLP (2)

Em atividade de monitoramento de ninhais no interior do PNLP, realizado no dia 28 de novembro do corrente ano, a equipe do parque registrou a presença de ninhos de 05 espécies: Gavião-caramujeiro (Rostrhamus sociabilis), maçarico-de-cara-pelada (Phimosus infuscatus), Tachã (Chauna torquata), Carão (Aramus guaraúna) e Cochicho (Anumbius annumbi). Em alguns ninhos de gavião caramujeiro foram encontrados ninhegos (filhotes), para as demais espécies foram encotrados apenas ovos nos ninhos. Em relação ao Gavião Caramujeiro, estimou-se de acordo com o numero de casais presentes na area, a presença de um número superior a 50 ninhos desta espécie. A atividade de monitoramento de ninhais deve ter continuidade ja na proxima semana para acompanhamento do desenvolvimento dos filhos e proteção da area contra possiveis invasores. Adcionalmente foi registrado na área a presença de um maçarico, provavelmente seja da espécie maçarico-de-colete (Calidris melanotos), cuja identificação está em processo de confirmação. Esta espécie, se confirmada, possui poucos registros na unidade, sendo migratória oriunda do hemisfério norte. (Texto: Rafael Valério Martins)

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Alunos da UFRGS no PNLP

Alunos da UFRGS no PNLP
Grupo de alunos do Curso de Ciências Biológicas da UFRGS, cursando a disciplina de Zoologia de Chordata II, em visita ao Parque Nacional da Lagoa do Peixe.

No dia 24 e 25 de novembro do corrente ano, um grupo de 25 alunos juntamente com a professora Carmem Elisa Fedrizzi da UFRGS visitaram o PNLP. O grupo de estudantes esteve na sede do parque onde puderam ver a maquete da UC e conhecer a Exposição Banhados Ecossistemas Ameaçados do Museu de Ciências Naturais da Fundação Zoológico do RS.


quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Chamada interna de Projetos DIBIO 2013

O ICMBio, através de sua Diretoria de Pesquisa, Avaliação e Monitoramento da Biodiversidade (DIBIO) lançou edital para a Chamada Interna de Projetos, a serem executados pelas Unidades Descentralizadas (Unidades de Conservação e Centros de Pesquisa), com o apoio de instituições parceiras.

Entre os temas de interesse do Parque Nacional da Lagoa do Peixe, podemos citar "Pressões sobre a Biodiversidade" (impactos dos parques eólicos e do Pólo Naval  e suas adjacências na conservação da biodiversidade associada ao PNLP),  "Implementação de PAN para Espécies Ameaçadas" (várias espécies com Planos de Ação Nacional ocorrem no PNLP, como albatrozes e petréis, grandespequenos cetáceos, toninhas, lontras e passeriformes dos campos sulinos), "Pesquisa de suporte ao manejo de espécies exóticas invasoras em unidades de conservação" (presença de pinus no interior e entorno do PNLP), "Pesquisa de suporte ao manejo da visitação em unidades de conservação" (o PNLP é um dos roteiros alternativos para a Copa do Mundo 2014), "Estudos relacionados ao etnoconhecimento e conhecimento ecológico local e/ou a termos de compromisso" (presença de pesca e pecuária de baixo impacto no PNLP), "Realização de eventos científicos" e "Monitoramento da Biodiversidade".

Convidamos instituições parceiras (atuais e potenciais) e pesquisadores interessados, a entrarem em contato com a equipe gestora do PNLP, para identificarmos oportunidades de trabalho conjunto dentro destes ou de outros temas identificados. O prazo final para submissão de propostas é 31 de dezembro de 2012.

O Edital pode ser visualizado abaixo, e outras informações podem ser encontradas em http://www.icmbio.gov.br/intranet/download/index.php?modulo=arquivos/dibio/index.php.

Curso Nacional de Anilhamento e Monitoramento de Aves Limícolas Lista de Participantes Selecionados

Abaixo o resultado da seleção dos candidatos ao Curso Nacional de Anilhamento e Monitoramento de Aves Limícolas.


segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Curso de anilhamento é aberto ao público externo

Curso de anilhamento é aberto ao público externo

Thais Alves
thais.lima@icmbio.gov.br
Brasília (01/11/2012) – Estão abertas até o próximo dia 12 as inscrições para o Curso Nacional de Anilhamento e Monitoramento de Aves Limícolas, que será realizado de 10 a 14 de dezembro, no Parque Nacional Lagoa do Peixe, no Rio Grande do Sul. O curso é promovido pelo ICMBio e é aberto à participação do público externo.
Organizado pelo Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Aves Silvestres (Cemave), unidade especializada do ICMBio, a iniciativa busca capacitar os participantes na utilização da técnica do anilhamento de aves silvestres, visando ao monitoramento das espécies migratórias que ocorrem no Parque Nacional da Lagoa do Peixe e em outros locais no Brasil.
O curso terá carga horária de 50 horas e é destinado aos profissionais engajados em programas de monitoramento de aves migratórias e que desenvolvam ou tenham interesse em trabalhar com atividades de monitoramento de aves migratórias. São oferecidas 18 vagas, sendo metade destinada a servidores do ICMBio e a outra metade ao público externo. Neste caso, terão prioridade os profissionais de Biologia e áreas afins com interesse nas atividades propostas.
O curso será dividido em duas etapas. A primeira com aulas teóricas a serem ministradas na cidade de Mostardas (RS), durante os dois primeiros dias, e onde ficarão hospedados os participantes do curso. A segunda com aulas práticas em campo, quando os participantes deverão levar barracas e ficarão acampados no interior do parque, durante três dias.
Os participantes que não pertençam aos quadros do ICMBio devem arcar com os custos de transporte, hospedagem e alimentação para os cinco dias do curso. Não há taxa de inscrição.
Aves limícolas
Aves limícolas (do latim limus, que significa vive no limo, lodo ou lama) são aves que frequentam corpos d'água, como lagunas e manguezais, de água doce ou salobra, alimentando-se de pequenos organismos, retirados do fundo lodoso com o bico. São um grupo relativamente diverso, que engloba espécies como maçaricos, narcejas-pintadas, perdizes-do-mar, pombas antárticas, entre outros.
Apesar de serem encontradas em diversos biomas, as limícolas estão geralmente associadas a zonas úmidas, essencialmente zonas costeiras, como estuários e lagunas. Muitas destas espécies são conhecidas pelas suas vastas migrações, em alguns casos desde o Ártico até o sul dos continentes austrais.
Serviço:
Para obter mais informações, clique aqui ou envie e-mail para  raquel.silva@icmbio.gov.br
Comunicação ICMBio
(61) 3341-9280

Fonte: www.icmbio.gov.br

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

ALUNOS DA UFRGS VISITAM O PNLP

Alunos da UFRGS visistam o PNLP

No dia 10 de Novembro do corrente ano, um grupo de 27 alunos e 02 professores da UFRGS visitaram o Parque Nacional da Lagoa do Peixe com o objetivo de conhecer os ambientes do parque e sua biodiversidade.






quinta-feira, 1 de novembro de 2012

ALUNOS DO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO CENECISTA MARQUES DO HERVAL - CNEC DA CIDADE DE OSÓRIO VISITAM PARNA LAGOA DO PEIXE

No dia 31 de outubro do corrente ano, o Parque Nacional da Lagoa do Peixe recebeu na sua sede administrativa, situada na praça Prefeito Luiz Martins, 030, centro da cidade de Mostardas/RS, alunos da escola CNEC da cidade de Osório. Aproximadamente 80 alunos acompanhados dos professores vieram para conhecer o Parque Nacional da Lagoa do Peixe que está localizado em uma extensa planície costeira arenosa entre a lagoa dos Patos e o Oceano Atlântico. Com área de 34.400 hectares, o PNLP possui entre suas paisagens mata de restinga, banhados, campos de dunas, lagoas de água doce e salobra, além de praias e uma área marinha.

Curso Nacional de Anilhamento e Monitoramento de Aves Limícolas

Estão abertas as inscrições para o Curso Nacional de Anilhamento e Monitoramento de Aves Limícolas, que tem por objetivo capacitar os participantes na utilização da técnica do anilhamento de aves silvestres, visando o monitoramento das espécies de aves migratórias que ocorrem no Parque Nacional da Lagoa do Peixe e em outros locais importantes para aves migratórias no Brasil.
Público: 
Servidores engajados em programas de monitoramento de aves migratórias e profissionais que desenvolvam ou tenham interesse em desenvolver atividades de monitoramento de aves migratórias. Serão oferecidas 18 vagas, 50% das quais destinadas a servidores do ICMBio e 50% para o público externo. 

Carga horária: 50 h/a

Número de vagas para o ICMBio: 9

Número de vagas pra o público externo: 9

Instrutoria:
  • Ailton Carneiro de Oliveira – CEMAVE
  • Antonio Emanuel Barreto Alves de Sousa - CEMAVE
  • Wallace Rodrigues Tellino Júnior – UFRPE
Organização técnica: Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Aves Silvestres - CEMAVE 

Organização pedagógica: Educação Corporativa/Coordenação-geral de Gestão de Pessoas - CGGP
Período de realização: 10 a 14/12/2012
Período de inscrições: 31/10 a 12/11/2012

Local: Parque Nacional Lagoa do Peixe - RS

Divulgação da lista de participantes: 21/11/2012 (até às 18h)

Contato: raquel.silva@icmbio.gov.br

Inscreva-se!
Os interessados em participar deverão providenciar a seguinte documentação (clique nos links para acessá-los):
IMPORTATE: Toda a documentação deverá ser enviada para o email: raquel.silva@icmbio.gov.br, exclusivamente em arquivos digitais até às 23 horas e 59 minutos do dia 12 de novembro de 2012. Não serão consideradas as inscrições que tiverem documentação incompleta ou enviada fora do prazo estabelecido. Os participantes externos não necessitam de autorização de chefia imediata.

Critérios de Seleção
A seleção se dará com base na análise das Cartas de Intenções e considerará os seguintes aspectos:
1.     Documentação completa
2.     Conteúdo das cartas de intenções
3.     Servidores do ICMBio: Serão priorizados os servidores do Parque Nacional Lagoa do Peixe engajados em programa de monitoramento de aves migratórias
1.     Participantes externos: Serão priorizados os profissionais de Biologia e áreas afins, que desenvolvam ou tenham interesse em desenvolver atividades de monitoramento de aves migratórias

Informações importantes
O curso será dividido em duas etapas. A primeira com aulas teóricas a serem dadas na cidade de Mostardas, durante os dois primeiros dias, onde ficarão hospedados os participantes do curso. A segunda com aulas práticas em campo, onde os participantes deverão levar suas barracas e ficarem acampados no próprio Parque, durante os três dias.
Os participantes externos deverão arcar com os custos de transporte, hospedagem e alimentação para os cinco dias do curso. Não há taxa de inscrição. Recomendamos organizem suas a hospedagens para a cidade de Mostardas onde ocorrerão as aulas teóricas.
Os participantes do ICMBio receberão passagens e diárias, ficando o traslado do aeroporto ao local de hospedagem, a hospedagem e a alimentação por conta própria. Recomendamos que organizem suas a hospedagens para a cidade de Mostardas onde ocorrerão as aulas teóricas.
Os deslocamentos da cidade de Mostardas até o local das aulas práticas serão realizados por carros oficiais do ICMBio. (fonte Portal da CGGP )

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Abertas as eleições de entidades ambientalistas ao Plenário do CONAMA

Está aberto o processo de eleições das Entidades Ambientalistas à Comissão Permanente do CNEA e ao Plenário do CONAMA - Biênio 2013/2015.

Em conformidade com o artigo 4° do Regimento Interno do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA), Portaria Ministerial n° 452, de 17 de novembro de 2011, publicada no DOU de 28 de Novembro de 2011, esta aberto o processo eleitoral das entidades ambientais, que comporão a Comissão Permanente das Entidades Ambientalistas e o Plenário deste Conselho no biênio 2013/2015.

Comunica-se que será aberto período do registro das candidaturas, conforme rege o cronograma eleitoral da Portaria n°281, de 13 de agosto de 2012.

Informa-se ainda que no endereço eletrônico www.mma.gov.br/conama/eleicoes, se encontra a lista de entidades aptas a votar e a serem votadas, de acordo com as regras definidas na Portaria 281 de 13 de agosto de 2012.

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Curso de Brigadista de Incêndio

     O Parque Nacional da Lagoa do Peixe realiza, no período de 29 de outubro a 02 de novembro, CURSO DE BRIGADA DE INCÊNDIO no Salão Paroquial da Igreja São Luiz de Mostardas. O objetivo do curso é formar brigadistas para a prevenção e combate de incêndios, e que poderão fazer parte do grupo de prevenção e combate a incêndios nas Unidades de Conservação. O Parque Nacional contratará os 07 melhores classificados por 06 meses 06 brigadistas e 01 chefe de brigada (necessário carteira de motorista). É necessário que o interessado participe e seja aprovado no curso e seja selecionado, além de ter boas condições físicas e disposição para trabalho em equipe.
     Após contratados os Brigadistas irão realizar atividades de prevenção, combate e controle de incendio florestal, controle de disperção do pinnus nas áreas do parque e atividades de educação ambiental.

FISCALIZAÇÃO DE PESCA É REALIZADA NO PARNA LAGOA DO PEIXE


Equipes do Parque Nacional da Lagoa do Peixe realizaram no dia 25 de outubro de 2012, fiscalização de pesca na orla marinha da UC. Ao todo foram apreendidas 10 de redes de pesca, 02 tarrafas e 03 varas de pesca (carretilha e molinete) e aproximadamente 30 kg de peixes. O pescado foi doado ao Lar do Idoso situado no município de Mostardas/RS. O Agente Ambiental Federal do PNLP Fernando Weber salientou que a pesca irregular no interior da UC vinha sendo monitorada há dias. Os autuados receberam multas no valor de R$ 4.000,00 e responderão processo por crime ambiental praticado no interior do Parque Nacional da Lagoa do Peixe.

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Recolhimento Pinguim de Magalhães


     No dia 25 de outubro do corrente ano, uma equipe do parque recolheu um Pinguim de Magalhães (Spheniscus magellanicus) que se encontrava debilitado na orla marítima. O mesmo foi levado para o Núcleo de Estabilização Emergencial de Animais Marinhos - NEAM do Parque Nacional da Lagoa do Peixe, onde recebeu os primeiros socorros. Apos a estabilização o pinguim será transferido para o CRAM (Centro de Recuperação de Animais Marinhos) em Rio Grande.




quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Avifauna do PNLP

Equipe do parque monitora ninhais de João Grande (Ciconia maguari) e Garça Moura (Ardea cocoi) nos banhados no interior da UC, sendo encontrado todos os anos nidificações dessas espécies.











Tambem foram encontrado um casal de Capivara (Hydrochaeris hydrochaeris) com filhotes.

As atividades de monitoramento da UC são de extrema importância para a preservação da avifauna do Parque Nacional da Lagoa do Peixe.

CANCELAMENTO 10º FESTIVAL BRASILEIRO DAS AVES MIGRATÓRIAS


COMUNICADO DE CANCELAMENTO
10º FESTIVAL BRASILEIRO DAS AVES MIGRATÓRIAS

Informa-se que a realização do 10º Festival Brasileiro de Aves Migratórias que ocorreria de 15 a 18 de Novembro de 2012 foi CANCELADA pela Prefeitura Municipal de Mostardas. A Prefeitura de Mostardas retirou o apoio financeiro firmado em Março deste ano em reunião realizada entre o Chefe do PNLP e os Prefeitos de Mostardas e Tavares. Sem o aporte dos recursos financeiros para cobrir as despesas de deslocamento e diárias dos palestrantes e convidados e dado a exigüidade de tempo até a data prevista tornou-se inviável a realização do 10º festival neste ano. A prefeitura comunicou a administração do PNLP oficialmente do cancelamento na terça-feira, dia 23, alegando “queda na arrecadação e proximidade do encerramento do exercício, tendo o município de cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal”.





Maiores informações: (51) 3673-2435

Desde já agradecemos a compreensão.

Atenciosamente,

Adm. Parque Nacional da Lagoa do Peixe
Praça Prefeito Luis Martins, 030 – centro
Mostardas/RS
CEP: 96270-000

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

A maldade humana contra os animais


Nos dias 04 e 13 de outubro, respectivamente, equipes de monitoramento do Parque Nacional da Lagoa do Peixe (PNLP), encontraram uma lontra (Lutra longicaudis) morta na trilha das Dunas com uma marca de tiro de arma de fogo e uma Toninha (Pontoporia blainvillei) grávida, morta em uma rede de pesca de emalhe.


Imagens da Lontra encontrada morta na Trilha das Dunas (estrada de acesso ao Balneário Mostardense). O tiro que acertou a nuca do animal atravessou seu corpo e saiu em seu lado esquerdo, por entre suas costelas. Este não é um fato isolado; em atividades anteriores equipes do PNLP encontraram neste mesmo trecho outros animais com marcas de tiro de arma de fogo.
Denúncias de caça podem ser feitas ao PNLP pelo telefone (51) 3673-2435.





Imagens da Toninha encontrada morta na beira-mar, próximo a praia do Lagamarzinho, dentro da área do PNLP. A Toninha tinha ainda em seu ventre um filhote, os dois estavam emalhados em uma rede de pesca.




“Chegará o dia em que o homem conhecerá o íntimo dos animais. Nesse dia um crime contra um animal será considerado um crime contra a própria humanidade.”
                                                               (Leonardo da Vinci)


terça-feira, 16 de outubro de 2012

COP11: ecossistemas em áreas úmidas devem ser protegidos


O fortalecimento da Convenção Internacional de Ramsar sobre Zonas Úmidas é um dos possíveis resultados da COP11 da Biodiversidade, que ocorre na Índia.


Manter ações contínuas de conservação dos ecossistemas das zonas úmidas requer mais efetividade dos 163 países contratantes da Convenção Internacional de Ramsarsobre Zonas Úmidas, em vigor desde 1971 e que é estabelecida em cooperação com a Convenção sobre Diversidade Biológica (CDB), apesar de não fazer parte do sistema da ONU. Esta foi a conclusão do encontro realizado em julho deste ano, em Bucareste, na Romênia, que resultou em 22 resoluções que priorizam ações para o período entre 2013 e 2015.
As medidas envolvem agricultura e turismo sustentável - além de ações de mitigação e adaptação às mudanças climáticas, condizentes com as Metas de Aichi - e seu cumprimento está sendo discutido na 11ª Conferência das Partes da Convenção sobre Diversidade Biológica (COP11), que está sendo realizada na cidade de Hyderabad, na Índia.
Hoje, existem 2.061 locais (sítios) de importância internacional listados pela Ramsar - sob administração da União Mundial para a Conservação da Natureza (IUCN) -, que correspondem a 197.236.339 ha.
Desse total, 11 se encontram no Brasil e somam 6.568.359 ha. O Ministério do Meio Ambiente (MMA) é o órgão responsável por implementar os compromissos com a convenção.
São eles:
- Parque Nacional de Abrolhos, na BA
- Área de Proteção Ambiental Baixada Maranhense, no MA
- Ilha do Bananal, em TO;
- Parque Nacional da Lagoa do Peixe, no RS;
- Mamirauá, no AM;
- Pantanal Matogrossense, em MT;
- Parque Estadual Marinho do Parcel Manoel Luís, que inclui os Baixos do Mestre Álvaro & Tarol, no MA;
- Reentrâncias Maranhenses, no MA;
- Reserva Particular de Patrimônio Natural (RPPN) Fazenda Rio Negro, no MS;
- Reserva Particular do Patrimônio Natural SESC Pantanal, em MT; e
- Parque Estadual do Rio Doce, em MG.

Para a conservação desses sítios há dois tipos de Fundos: o de Pequenas Subvenções e o de Zonas Úmidas para o Futuro. Mas cada país signatário tem autonomia para a captação de recursos. De acordo com recente conferência das partes "contratantes" (que acontece de três em três anos), as decisões tomadas definiram que as zonas úmidas (costeiras, interiores, naturais e artificiais) são fontes de serviço de ecossistemas importantes por conta de sua biodiversidade, do abastecimento de água e da proteção e gestão integrada das zonas costeiras, mas também da integridade ambiental, da defesa de cheias e do enfrentamento de questões climáticas. Também têm papel importante para a segurança alimentar, a erradicação da pobreza e para o turismo e preservação de patrimônio cultural. As novas resoluções deste ano ainda apontam a relação da Convenção com os Objetivos do Desenvolvimento do Milênio (ODMs).
Os países, por sua vez, precisam adotar práticas sustentáveis, o que no campo do turismo significa incentivar que os valores material e imaterial dessas áreas sejam assimilados conjuntamente por governos, indústria, povos indígenas e locais.

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Projeto monitora dinâmica da lagoa do Peixe

Historicamente a barra da lagoa do peixe tem sido aberta por meios artificiais, outrora com pás e hoje em dia com máquinas retroescavadeiras. Este evento se dá sobretudo para o recrutamento de juvenis de camarão e outras espécies de pescado e, também, para manutenção das áreas de pastagens existentes às margens da lagoa do Peixe.

Neste ano foi estabelecido um projeto de pesquisa do ICMBio em parceria com UFPel, FURG e CEPERG/IBAMA. O objetivo é levantar informações (qualidade da água, transporte de sedimentos, mapeamento do fundo da lagoa, mascação de níveis d'água nas propriedades), de forma a conhecer melhor a dinâmica da lagoa do Peixe, e identificar a partir de dados científicos as condições propícias para a  abertura da barra.

Pesquisadores mapeando o fundo da lagoa
Equipamentos especialmente fabricados medirão o transporte de sedimentos dentro da lagoa
Análises de solo encontraram lama a 1,20 metros de profundidade à beira da lagoa, comprovando o assoreamento recente.
A equipe foi surpreendida pela abertura natural da barra no dia 20 de setembro, devido ao grande volume de chuvas e os fortes ventos. O acontecimento não deve prejudicar a realização do projeto, que monitorará a dinâmica das águas da lagoa a partir de agora. Em 2013, planeja-se também a análise do recrutamento do camarão antes, durante e depois da abertura da barra.